20/06/2016

O que você precisa saber para conseguir uma amamentação prolongada


Você voltou a trabalhar, continua amamentando quando possível mas percebe que a demanda diminuiu bastante. Um certo dia ao amamentar, seu filho recusa. Você respira fundo e tudo bem. Ele não está a fim.
Tenta de novo, e ele não quer. E no dia seguinte e seguinte. E nada. Seu bebê desmamou.
Algumas mães ficam felizes, outras orgulhosas já que foi algo involuntário que partiu do bebê, algumas ficam triste pois sonhavam com uma amamentação prolongada, mas uma coisa comum a todas elas era: TODAS DERAM MAMADEIRAS.
O que muita gente não sabe é que o processo de sucção da mamadeira e do peito são diferentes. No peito  a língua é empurrada ritmicamente para trás. Além de tirar o leite, este movimento tende a introduzir o peito cada vez mais pra dentro da boca, o que por sua vez permite que o bebê mame melhor. Já da mamadeira, ao contrário, o leite sai sozinho; o bebê precisa impedir que ele saia para poder engolir o que já tem na boca. Com a mamadeira, a língua se move ritmicamente para a frente. Esse movimento tende a tirar a mamadeira da boca. Para impedir isso, todos os bicos de mamadeira e chupetas do mundo se alargam na ponta, formando uma espécie de bola que serve de obstáculo. Atrás do obstáculo, o bico sofre um estreitamento, para que o bebê possa tomar a mamadeira com a boca quase fechada; se abrisse tanto a boca como faz para mamar no peito, de nada lhe serviria o obstáculo, e a mamadeira se escaparia da boca com certeza.
Diante disso, é muito comum o que chamamos de confusão de bicos. Ainda que não seja comprovado cientificamente (até porque para ser comprovado teriam que ser realizados testes e oferecer mamadeiras de propósito a um grupo de bebês, escolhidos aleatoriamente, para ver o que acontece). É muito comum que bebês que usam mamadeiras desmamem mais rápidos.
Esse desmame não ocorre rapidamente, pode demorar 1, 2, 3 até 6 meses. Mas fato é que, 80% dos bebês que tomam mamadeira desmamam antes dos bebês que não tomam.

Durante os primeiros dias é muito comum ouvirmos: "Ele está com fome. Quer mamar toda hora, meu leite não é suficiente, não alimenta."
Ninguém é mais ou menos mãe por amamentar e amamentar dá trabalho, muito trabalho. O peito dói, a pega é difícil. O recém nascido não aprendeu ainda a técnica da sucção e isso demanda muito trabalho e energia dele. Você ficará 1, 2, 3 horas amamentando direto. Sim, é isso mesmo. E ele não está mamando apenas porque está com fome, ele mama porque precisa do seu cheiro, da sua voz, do seu calor. De um conjunto de sentimentos e sensações que essa mamada oferece. Daí, os recém nascidos já saem de maternidades com chupetas. A chupeta acalma, muito. A sucção é um processo calmante para o bebê e alivia um pouco a mãe. No entanto, enquanto chupam a chupeta, estão deixando de sugar o peito, e o seio é produtor de leite e não armazenador, precisa de estímulo. Se ele não tem esse estímulo, seu corpo começa a entender que não precisa produzir tanto leite, ele produz a quantidade que acha que é necessário de acordo com o estímulo que recebe, e aí a mãe começa a achar que não está produzindo leite suficiente e não está mesmo, pois não está tendo estímulo o suficiente.

E aí você me diz: Tá bom ôooh mãe sabe tudo, e aí, como eu resolvo isso?
Não é fácil, não mesmo. A maternidade é difícil do início ao fim, mas acho que Deus coloca em nosso coração um amor tão grande, tão irracional que faz todas essas coisas e dificuldades serem muito pequenas. Minha sugestão: tente, amamente, insista. Se doer, vai chorando, mas vai. Insista mais. Acredite que você pode, você consegue. Isso, é claro se for algo que você realmente queira, se estiver bom para os dois lados. Evite chupetas, bicos de silicones e mamadeiras. Pense que é uma fase e que depois as coisas ficarão mais fáceis. 


Caso precise dar o leite materno ou algum leite complementar:
Mamatutti - Translactação

Recém nascidos:  Utilize sondas, coloque no copo e coloque o bebê sugando no peito, estimule a sucção. Existe um produto chamado Mamatutti que é muito bom.
De 2 a 6 meses:  Se o bebê estiver maior, a mamadeira também não é necessária. O uso da mamadeira é mais cultural que necessário. Experimente dar os copos de treinamento que encontramos em qualquer farmácia, retire a válvula e vá derramanado aos pouquinhos na boca do bebê.
A partir de 6 meses: Seu bebê já consegue segurar as coisas inclusive seu copinho. Pode dar o copo pra ele já com a válvula. Dê preferência aos copos de bicos rígidos mas busque o que você se adaptar melhor, usei o de silicone também e não tive problemas.

Mas o mais importante, confie em você e nos seus instintos de mãe. Informe-se e o que eu sempre falo, conheça seus limites. A relação mãe e filho é uma relação que tem que estar bem para os dois lados, se você não estiver bem, seu filho também não estará.

copo de treinamento

Beijos da mamãe que tinha um peitinho, agora é muchibinha.
Fonte: Dr. Carlos Gonzalez e GVA - Grupo Virtual de Amamentação.


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

 
Uma menina © | Desenvolvido por Ninamore | Todos os direitos reservados | Ir para o topo!